Handy: smartphones gratuitos devem chegar a 1 milhão de quartos de hotel este ano Dicas
Handy: smartphones gratuitos devem chegar a 1 milhão de quartos de hotel este ano

Handy: smartphones gratuitos devem chegar a 1 milhão de quartos de hotel este ano

Rodrigo Rocha Rodrigo Rocha Publicado em 4 de maio de 2017

Se você não quer pagar altas taxas de roaming pelo uso do seu smartphone em viagens ao exterior e não gosta de depender de conexões WiFi pelo meio do caminho, a empresa Tink Labs, de Hong Kong, oferece uma solução que pode resolver seu problema: Handy, um smartphone gratuito para hóspedes de hotéis.

Sim, é claro que você pode comprar um chip local e muitas operadoras mundo afora ofertam dezenas de opções que cabem no seu bolso e atendem sua necessidade, mas o Handy tem dado muito certo por algumas razões, como explica o diretor de Tecnologia da Tink Labs, Phil Yuen.

“O hóspede chega, entra no quarto do hotel, encontra o dispositivo ali para fazer chamadas ilimitadas, acessar a internet e levá-lo ao redor da cidade para aprender sobre o lugar por meio do nosso guia da cidade e todas as informações exclusivas que o aparelho traz consigo”, informa.

Até o final do ano, a Tink Labs afirma que o Handy chegará a milhão de quartos de hotéis em todo o mundo – metade deles na Europa. A ideia é fazer com que o viajante se sinta como um morador do local onde quer que esteja e acesse facilmente informações sobre a cidade, com indicações de coisas para fazer, lugares para comer, comprar e visitar.

Múltiplas utilidades

O Handy também substitui a chave do quarto do hotel, já que pode funcionar integrado ao sistema hoteleiro. Ele também pode ser utilizado para regular a iluminação, cortinas e temperatura do quarto.

Os hóspedes de hotéis têm demonstrado que estão dispostos a pagar um pouco mais para reservar quartos equipados com o dispositivo. Para a rede hoteleira, ele ajuda a vender mais serviços extras.

A segunda geração do Handy, com novos recursos baseados no feedback dos clientes, deve chegar aos clientes no próximo mês. A empresa já arrecadou US$ 125 milhões em sua última rodada de financiamento e sonha alto: quer ter um dispositivo em cada quarto de hotel no mundo.

* Com informações da Tink Labs e geo.tv

 

Rodrigo Rocha
rodrigo@agenteviaja.net
Instagram: @agenteviaja
Twitter: @agenteviaja
Curta facebook.com/AGViaja


Notícias Relacionadas


Booking.com