Mochilinhas

O que levar na farmacinha em uma viagem com crianças?

Paula Amaro

Bio: A cada 15 dias, às terças-feiras, a aracajuana e autora do blog Viajando com Bebê, Paula Amaro, nos leva para suas aventuras com Pedrinho e Julieta, seus dois filhos, e dá dicas de como viajar com os seus pequenos.

O que levar na farmacinha em uma viagem com crianças?

Paula Amaro Publicado em 11 de julho de 2017

Se tem uma coisa que não pode faltar numa viagem em família, principalmente com crianças pequenas, é uma farmacinha, mesmo que básica. E se sua ideia é viajar de carro, é bom ter uma versão um pouco mais completa, já que você não terá problema de volume de bagagem e ela sempre pode te salvar de algum apuro. 😉

É muito importante escolher o tipo de farmacinha onde você irá colocar os medicamentos. Pode ser caixa ou estojo, mas é fundamental que tudo viaje protegido dos agentes externos, principalmente do calor.
 
crianca_viagem_farmacinha2
 

O que levar?

Instrumentos para tratar feridas: tesoura de ponta redonda, pinça para extrair objetos estranhos, gaze, band-aid, curativos, etc;

Desinfetantes: para limpar as feridas e prevenir qualquer infecção;

Bandagens: para compressão, cobrir feridas ou segurar curativos;

Sabão: para limpar mãos ou feridas antes de qualquer tratamento. Lencinhos úmidos podem ser uma alternativa. Em ambos casos devem ser antibacterianos;

Pomadas: as imprescindíveis são as anti-inflamatórias e as contra picada de mosquito;

Termômetro: sempre bom ter em qualquer viagem com criança para não ter dúvida na hora de dar remédio;

Analgésicos e antitérmicos: viajando com crianças são os itens mais importantes. Os mais usados são Ibuprofeno e Paracetamol. De qualquer maneira, sempre levar o que seu filho está acostumado a tomar em casa e que foi receitado pelo seu médico;

Manta térmica: pode parecer exagero, mas é útil tê-la em lugares frios;

Por último, é sempre bom completar a farmacinha com um manual de primeiros socorros e sempre ter à mão o telefone de emergência do país que você está visitando!

Dica importante: lembre-se de que os remédios mudam de nome comercial nos países, por isso é sempre importante saber a droga do medicamento. Se você usa algum medicamento contínuo, além de levar doses extras, anote a droga para um caso de necessidade, como perda, roubo, etc.

Boa viagem!

Paula Amaro
contato@agenteviaja.net
Instagram: 
@agenteviaja
Twitter: @agenteviaja
Curta facebook.com/AGViaja


Mais posts da coluna Mochilinhas


Booking.com