Quadro a quadro

Como foi construída a gigantesca Muralha da China?

Paulo Lannes

Bio: Jornalista e estudante de Teoria, Crítica e História da Arte na UnB, viaja o mundo atrás de obras-primas e boas histórias. Aos sábados, ele dará dicas sobre museus e revelará curiosidades desse fascinante mundo das artes.

Como foi construída a gigantesca Muralha da China?

Paulo Lannes Publicado em 22 de maio de 2017

A Muralha da China surpreende até os dias de hoje. Afinal, ainda é a única obra feita pelo ser humano que pode ser vista em órbita, fora do planeta.

Para construir seus 7,3 mil quilômetros de extensão, foram necessários mais de 2 milhões de trabalhadores. Mas não pense que por conta do número de pessoas a obra ficou pronta rapidamente: foram necessários mais de 2 mil anos (entre o século 7 antes de Cristo e 1.644) para que ela ficasse do jeito que se encontra hoje.

Hoje, a construção é considerada Patrimônio Mundial pela Unesco e é um dos destinos turísticos mais visitados do Oriente.

Vamos conhecer algumas particularidades de sua construção

  • As torres foram criadas para que os soldados pudessem comunicar uma possível invasão do Império Mongol, que soava bastante ameaçador no período de sua construção. Eles não podiam se locomover de uma torre a outra, mas sim mandar sinais por meio de bandeiras, fumaça e tambores. Solitário, não?
  • Algumas dessas torres possuíam até três andares e portão de madeira, que permitia a entrada de mercadores no território chinês e a saída de soldados para patrulhar a região. Menos solitário por aí, né?

Divulgação

 

  • Os muros foram feitos por materiais encontrados no local da construção. Assim, é possível encontrar muitos trechos da muralha feitos em rocha com blocos de terra socada. Quem diria…
  • O método da “terra socada” durou até o século 14. Daí em diante, o monumento foi construído com tijolos misturados com cal e pasta de arroz, que servia de cimento.

Divulgação

 

  • O topo da muralha é como uma estrada feita de rampas e escadas que permite o acesso contíguo do monumento em toda a extensão. Dá até para marcar uma corrida ali!
  • Não é nada fácil ultrapassar a Muralha – nem derrubá-la. Sua altura mede entre 7 e 8 metros (dependendo do trecho) e a largura não é menor do que 6 metros.

Divulgação

 

  • Além disso, há canaletas em toda a extensão da Muralha. O elemento foi pensado justamente para impedir que a construção fosse destruída durante chuvas torrenciais.
  • Adivinha quem eram os construtores da Muralha: os pobres solados e camponeses, é claro. Por conta das más condições, milhares morreram nas obras – e seus corpos passaram a compor a construção da Muralha. Tenso.

 

É uma boa ideia de passeio, hein?

 

Paulo Lannes
paulo@agenteviaja.net
Instagram: @agenteviaja
Twitter: @agenteviaja
Curta facebook.com/AGViaja


Mais posts da coluna Quadro a quadro


Booking.com